Clareamento Dental

Clareamento Dental

De acordo com os estudos relacionados ao mercado estético, a população brasileira é uma das mais vaidosas do mundo inteiro, é o que comprova o ranking de procedimentos estéticos, como cirurgias plásticas, realizado anualmente e que traz o Brasil e EUA nas primeiras posições. E isso não é diferente quando o assunto é clareamento dental.

Clareamento Dental : Por que?

 

O cuidado e atenção com a imagem incluem a estética da boca e dos dentes, a busca por dentes brancos tem aumentado consideravelmente. Ainda que não existam estudos formais em relação ao tema, é irrefutável o crescimento considerável da busca por clareamento dental.

Um sorriso que demonstre harmonia, a partir de dentes brancos e bem alinhados, tornou-se o objetivo de muitas pessoas, alterando de forma radical a questão prioritária passada, que se restringia somente cuidado da saúde oral.

Vale ressaltar que embora aparentemente o clareamento seja um procedimento simples, este não trata-se apenas de um critério estético e requer muito cuidado. O auxílio e recomendação do cirurgião-dentista é extremamente importante para o processo. Apenas este é apto para orientar em relação a concentração adequada do elemento, o tempo de frequência, o modo correto para a aplicação do gel, por exemplo e, o nível possível para o clareamento.

Com o passar do tempo, os dentes começam a escurecer, em consequência do esmalte com desgaste, de modo a tornar a dentina – que é o tecido abaixo, determinante da coloração do dente – muito mais aparente. E também por ingerirmos alimentos com corantes, que acabam pigmentando os dentes.

A ingestão contínua de café, açaí e outros alimentos e líquidos que são compostos por quantitativos grandes de corantes artificiais e naturais, fazem a interferência em relação a pigmentação dental. É também possível que esse fato ocorra a partir de condições genéticas e por conta da má higienização. Assim como a utilização do tabaco e determinados remédios podem ser influenciadores desse teor escuro dos dentes.

Como funciona?

 

O procedimento para clarear os dentes acontece através de elementos químicos que são destacados como peróxido de hidrogênio ou de carbamida. Hoje, há duas tipologias de clareamento, sendo que ambas devem ser realizadas de maneira supervisionada. São elas: o clareamento caseiro e o outro o clareamento dental a laser. Existe ainda a técnica mista que faz clareamento a laser e caseiro simultaneamente).

Clareamento a laser

 

Quanto ao do consultório, o manejo é realizado de forma exclusiva pelo dentista, que faz uso de elementos como o peróxido de hidrogênio, que se destaca por ter uma potência 3x maior que o peróxido de carbamida usado em técnicas caseiras com a ativação da luz laser.

É possível notar a diferença entre uma e duas primeiras seções do clareamento, que tem duração em média de uma hora. Nessas situações, a gengiva precisa de isolamento, porque o elemento que é usado para o clareamento pode provocar irritação nas mucosas da boca.

Vantagens do clareamento a laser:

  •  Melhoria estética;

  •  Sensação de rejuvenescimento;

  •  Melhora da autoestima e confiança.

Clareamento dental caseiro

 

Já, em relação ao clareamento que é feito em casa, o dentista faz a confecção de uma moldeira de acordo com a boca do paciente, fornecendo o gel com a concentração adequada para a situação e, faz o monitoramento semanal evolutivo.

A manutenção e o uso são realizados em casa, inclusive ao longo do sono noturno. O resultado aparece entre 3 ou 4 semanas do procedimento. Concentrações diferenciadas do peróxido de carbamida, com maior utilidade na técnica feita em casa, variam de 10% a 22%. Contudo, o tom de clareamento do dente varia de paciente para paciente.

Vantagens do clareamento caseiro:

  • Melhoria estética;

  • Sensação de rejuvenescimento;

  • Melhora da autoestima e confiança;

  • Menos sensibilidade;

  • Menor custo.

Contra indicações

 

O paciente que tem muitos dentes com restaurações – tendo em vista que o gel não tem ação sobre resinas – não alcançará ações permanentes do clareador, bem como aqueles que possuem implantes e próteses.

O processo também não é indicado para aqueles que estão em tratamentos sistêmicos ou ainda debilitantes. Também, não é recomendado o clareamento para as pessoas menores de 18 anos ou grávidas.

Em situações daqueles que possuem muitas manchas provocadas pela utilização de antibiótico tetraciclina, fluorose nos dentes, hipoplasia dentinária, são pensadas estratégias em combinação, conforme determinação do cirurgião-dentista.

Os dentes sensíveis também representam riscos, que acontecem em virtude do elemento utilizado ser muito agressivo ao longo do tratamento. De modo geral, essa característica de sensibilidade tem duração entre duas semanas a 30 dias, podendo utilizar cremes dentais específicos que diminuem essa sensibilidade.

A partir do clareamento caseiro, que disponibiliza um gel de teor menos agressivo, as situações de sensibilidade têm menor frequência. Para que se evite o desconforto, o dentista pode utilizar aplicações anteriores e posteriores ao processo de um gel que age de forma a dessensibilizar, auxiliando a remineralização de esmalte.

Diferenças entre Clareamento dental caseiro e Clareamento dental a laser

Com relação a eficiência ambos têm os mesmos resultados. Tempo de tratamento é menor no clareamento dental a laser. O clareamento dental caseiro pode ser feito no conforto da sua casa. Custo menor no clareamento dental caseiro pela não utilização de tempo clínico e laser no procedimento.

Se houver sensibilidade no clareamento dental caseiro o tempo de tratamento se prolongará pois o paciente terá que alternar os dias para tratar da sensibilidade dental.

©2019 by Lara Lavin Odontologia

  • Facebook
  • Instagram